repre_halloween

Qual o símbolo do seu signo no Halloween?

Gato preto, esqueletos ou as clássicas abóboras? O site Univision identificou os símbolos de cada signo para você se fantasiar neste Halloween. Confira!

foice_youtube

Foto: YouTube

Áries
Homem com a foice
O homem com a foice representava a morte sempre se aproximando.

doces

Foto: Pinterest

Touro
Doces e travessuras
Acreditava-se que as bruxas visitavam as casas pedindo comida e, quando não recebiam, lançavam maldição sobre a pessoa. Daí a tradição de oferecer doces.

mascara

Foto: Pinterest

Gêmeos
Máscaras
Usadas desde a Antiguidade com muitos propósitos, um deles era afugentar maus espíritos.

macas

Foto: Pinterest

Câncer
Maçãs
As maçãs estão associadas a muitos eventos históricos e da ficção, como em Branca de Neve.

aranha

Foto: Pinterest

Leão
Aranhas
A aranha representa a vida e a morte - começa a tecer desde o nascimento até o fim. A teia representa tudo o que vivemos ao longo do caminho.

abobora_pexels

Foto: Pexels

Virgem
Abóboras
As abóboras foram aos poucos incorporadas às tradições de Halloween e hoje estão entre seus símbolos mais característicos.

bruxa

Foto: Pinterest

Libra
Bruxas
Na Idade Média, pensava-se que no Dia dos Mortos as bruxas se reuniam para uma grande e pervertida festa.

esqueleto

Foto: Pinterest

Escorpião
Esqueletos
Os esqueletos estão sempre associados aos mistérios da vida e da morte. São como um lembrete para viver cada dia como o último, porque o fim se aproxima.

vampiro

Foto: Pinterest

Sagitário
Vampiros
Vampiros são atrevidos como o signo de fogo que é Sagitário.

gato_preto

Foto: Pinterest

Capricórnio
Gato preto
Os gatos pretos eram associados ao demônio e, por isso, muitos foram sacrificados na Idade Média. Além disso, são sempre companheiros das bruxas.

bola_cristal

Foto: Pinterest

Aquário
Bola de cristal
Bolas de cristal, pêndulos e cartas de tarot se associam a Aquário por seu conhecimento do ocultismo.

sapo

Foto: Pinterest

Peixes
Sapos
A pele e os sons fortes do sapo eram associados às forças de demônios. Por isso, era costume jogar sal em sapos quando entravam nas casas - para espantá-los e, assim, evitar o azar.